#update-nag, .update-nag { display: none !important; }
Home > Doenças Reumatológicas > Febre reumática

Febre reumática

O que é?

É uma doença reumatológica que pode causar artrite (inflamação nas articulações, principalmente tornozelos e joelhos), inflamação nas válvulas do coração, na pele, febre e até convulsões. Isso tudo acontece em surtos (crises), ou seja, a doença aparece e depois desaparece, podendo ou não deixar sequelas (por exemplo, cicatrizes nas válvulas do coração). Quanto mais surtos, maior a chance de sequelas.

Quem pode ter?

É muito mais comum em pessoas menores de 18 anos, principalmente nas crianças. Nos adultos, é raro um surto novo, mas são comuns as sequelas (principalmente cicatrizes nas válvulas do coração). A febre reumática não é transmissível de uma pessoa para outra, mas a amigdalite (que causa a febre reumática) é.

Qual a causa?

A causa é bem conhecida. A febre reumática é causada por uma reação do organismo, quando ele tenta se defender de uma bactéria que causa amigdalite (inflamação de garganta). Essa bactéria é chamada Estreptococo, e é muito parecida com componentes das articulações e das válvulas do coração do ser humano. O organismo se confunde e, em vez de atacar só a bactéria, ataca também o próprio corpo.

Como é feito o diagnóstico?

A pessoa tem que necessariamente ter tido uma infecção de garganta, geralmente três semanas antes do início da febre e da artrite. Às vezes essa infecção é tão leve que a pessoa nem se lembra. Uma maneira de se saber se a pessoa teve ou não essa infecção na garganta é um exame chamado ASO (ou ASLO), que estará muito alto ou em níveis crescentes no caso de uma infecção recente na garganta.

Como é o tratamento?

É feito com antiinflamatórios para tirar a dor e a febre. Corticoides e outras medicações não têm evidência de melhora e prevenção das complicações.

E o que se faz se alguém já teve uma infecção de garganta e já teve a lesão em uma válvula do coração? Neste caso, fazemos a “prevenção secundária”: Penicilina Benzatina “Benzetacil” a cada 21 dias, para evitar novos surtos de amigdalite e mais lesão na válvula já danificada. O tempo que isso dura depende de cada caso, nem sempre é só até os 21 anos.

Quais as consequências?

Pode acontecer inflamação das válvulas do coração, que acabam fibrosando (“secando”), causando mau funcionamento do coração, porque o sangue não flui corretamente.

Para se evitar isso, devem-se tratar precocemente as infecções de garganta e fazer a profilaxia secundária, a cada 21 dias, pelo tempo indicado pelo médico.

 

Em todas as doenças aqui apresentadas, a consulta ao especialista é imprescindível. Procure seu reumatologista mais próximo aqui