30 de outubro comemora-se o Dia Nacional da luta contra o Reumatismo

  • Reading time:3 minuto(s) de leitura
  • Post category:Notícias

No dia 30 de outubro comemora-se o Dia Nacional da luta contra o Reumatismo. Este dia tem a proposta de conscientizar a população sobre as doenças reumáticas, suas formas de prevenção e tratamentos. Durante muito tempo se ouvia dizer que as doenças reumáticas eram ‘’doenças de velho”, mas esse conceito foi mudando com o passar dos anos, e, sim! – jovens e até crianças também podem sofrer com essas mazelas que acometem ossos e articulações.

As doenças reumáticas mais comuns são a fibromialgia, osteoartrite (artrose), os reumatismos de partes moles (tendinites/ bursites), lombalgias crônicas, osteoporose, artrite reumatoide, gota entre outras.

Alguns sinais do aparecimento de doenças reumáticas são:

  • Dores nas articulações, principalmente por mais de seis semanas;
  • Vermelhidão, calor e inchaço nas articulações;
  • Dificuldade para movimentar as articulações ao acordar;
  • Dores ao esticar os braços sobre a cabeça;
  • Dores ao elevar os ombros até o pescoço.

Em caso positivo de algum destes sintomas, é necessário buscar ajuda do reumatologista.
No exemplo da artrite reumatoide que atinge preferencialmente mulheres de meia idade (três vezes mais do que os homens) e costuma inflamar várias articulações ao mesmo tempo (levando a grande incapacidade) – o mal afeta aproximadamente 1% da população. É muito importante que o paciente inicie o tratamento logo que surgem os sintomas (primeiros três meses preferencialmente), sob pena de desenvolver de lesão articular até deformidades definitivas.

Os principais sintomas da artrite são dor, inchaço e rigidez articular em pequenas juntas de mãos e pés principalmente. No entanto, é muito comum sintomas gerais como cansaço, mal estar e emagrecimento. Mas a doença pode acometer crianças também e não só mulheres e idosos. Tratamento não medicamentoso como a fisioterapia, hidroterapia, pilates, psicologia, meditação e a acupuntura são um pilar importante para os pacientes.

No tratamento medicamentoso há inovações com a introdução dos medicamentos chamados agentes biológicos nas duas últimas décadas, melhorando de forma substancial a qualidade de vida dos pacientes portadores de artrite reumatoide, artrite psoriasica, espondilite anquilosante, lúpus e as vasculites.

Nestes tempos difíceis da Pandemia do Covid-19 devemos transformar em reconstrução o corpo e a alma, procurando manter os tratamentos em dia.

FERNANDO AUGUSTO CHIUCHETTA
PRESIDENTE DA SPR